5 Razões para não largar tudo e viver em um Trailer

Para aqueles que não acompanham o blog em 2013 larguei tudo e decidi viver em um trailer na Nova Zelândia durante um ano. Na verdade não foi bem um trailer, mais uma van. Campervan como é conhecido por lá. E para aqueles que tem isso como um sonho, saiba que nem tudo é como imaginamos. (mas ainda sim bom o suficiente para continuar sendo um sonho… haha =) )

Então antes que você decida largar tudo para virar hippie… haha… aqui vão 5 razões para você repensar se está preparado para essa aventura.

 

1- Viver em um Trailer com endereço indefinido

Bom talvez esse seja a melhor e também a pior parte de se morar em uma casa sobre rodas. Sim você terá liberdade para estar onde quiser, quando quiser e quanto quiser. Pode acordar a beira da praia e ir dormir na base de uma montanha. Almoçar a beira do mar e jantar a beira do lago. Trabalhar na cidade e dormir na fazenda.

Tudo isso é muito encantador e libertador. Mas essa liberdade nem sempre é tão livre assim.

Com o tempo você irá valorizar cidades menos movimentadas para não precisar sair em plena hora do rush com sua toalhinha e escova de dente em busca de um banheiro público, praias próximas a rios ou cachoeiras para não precisar ficar salgado o resto do dia e vilarejos com melhor sinal de telefone ou bibliotecas com internet de graça.

Irá depender de trabalhos mais informais que entendam e relevem o fato que o seu endereço de correspondência ser a casa do seu amigo a 800km de distancia de onde está buscando trabalho.

E por nunca saberem onde esta estacionado, o único amigo que irá bater na porta de sua casa será o policial quando estiver estacionado em área proibida.

 

 

2- Se manter limpo sem seu próprio banheiro.

Bom, como você pode ter imaginado apesar da minha van estar bem preparada ainda estava faltando um banheiro né. Então a menos que você se torne um “hippie chic” com aqueles motorhome milionários com Jacuzzi a sua liberdade de viver em uma casa sobre rodas vai ser limitada a busca por banheiros públicos, lagos, cachoeiras e moitas.

No inicio pode parecer assustador, mas com o tempo isso se torna parte de sua rotina e aqui vão algumas dicas para facilitar a sua adaptação. Mas vamos deixar bem claro que essa não vai ser a sua fase mais limpa de sua vida =P haha…

 

  • Banheiros Públicos: Eles estão mais presentes do que nos imaginamos, mas só percebemos isso quando realmente precisamos. Claro, existe exceções de regiões e cidades, mas nada como achar um banheiro publico limpo e calmo a beira de alguma praia para se tornar o seu novo endereço.

Banheiro Publico

  • Lagos e Cachoeiras: Sim, eles serão uma ótima opção para seus banhos, mas não pense que seus problemas estão resolvido. Banho de agua fria e sem sabão a longo prazo limpa a alma mas só a alma… haha

aff7f-dsc_0135_1024

  • Penetra em Hostels: Bom, como pelo titulo você já pode ter imaginado o esquema era o seguinte, procurava um Hostel grande e movimentado e tentava aparentar como um hospede comum para usar os banheiros comunitários. Na maioria dos casos dava certo, mas em alguns casos era abordado na recepção e precisava fingir que ia visitar um amigo na cozinha. Não se esqueça de entrar e sair com a mesma roupa e sempre ir com algum gorro ou boné para esconder o cabelo molhado.

Sim eu sei… você já deve estar pensando “tinha que ser brasileiro”… Não é bonito e nem motivo de se orgulhar, mas quem me ensinou isso foram um grupo de franceses e são coisas que a necessidade te obriga a fazer.

Se ainda sim você não se sentir confortável em fazer isso e tiver condições, sempre é possível negociar um preço camarada no hostel para só usar o banheiro e algumas vezes eles te deixam até de graça.

 

3- Se manter saudável com uma nova alimentação

Esqueça os pratos congelados e comidas de microondas. Na verdade esqueça tudo que precisa ser conservado na geladeira. Assim como eu você se tornará vegetariano sem perceber. Comida sempre fresca com muitas frutas, vegetais, ovos e macarrão e cerveja quente sempre ao seu dispor.

Você se tornará o campeão dos omeletes, o chefe dos macarrões, o mestre dos sanduiches e sempre usando o mínimo de louça possível.

Se não aguentar mais ovos e quiser tentar a sorte sempre é possível pescar. Mas vai perceber que muitas vezes o mais próximo dos peixes que você vai chegar é quando já estiver lavando a louça no lago =P

 

4 – Clima e Estações do ano farão realmente diferença

Sabe aquele dia de chuva gostoso pra ficar em casa, deitando vendo filme e comendo coisas gostosas? Você vai levar isso a sério… tão a sério que deixara de ser gostoso…

Chuva quer dizer ficar o dia inteiro sem conseguir ficar em pé dentro de sua van e café, almoço e janta sanduiches sem poder abrir o porta malas pra usar o fogão. Tenha uma seleção muito grande de filmes, livros e músicas e torça para que a chuva não resolva ficar, ou será obrigado a mudar de endereço para onde o sol está raiando.

 

5- Ciclo Social

Convidar os amigos para aquele churrasco de domingo será impossível, mas isso não quer dizer que nunca mais poderá ser o anfitrião da casa. Ofereça carona quando estiver cansado de dirigir ou falar sozinho. Ou ofereça-se para a “casa” dos outros pedindo carona quando você deixar sua casa muito longe depois de alguma trilha.

Mas se estiver pensando em ficar em alguma cidade por mais tempo para trabalhar, ainda sempre será possível ficar algumas noites em algum Hostel ou Camping , até fazer amizade com outros viajantes para os próximos dias e ainda ter o seus “dias de rei” com banho com bastante sabão, jantar pizza congelada a luz de velas e ficar a vontade com a sua internet banda larga ilimitada.

 

Bom, e se ainda sim você se sente preparado para largar tudo e morar em um trailer eu não sei o que você esta esperando. Talvez o único lado negativo que lhe encaixe é o fato de como tudo na vida talvez chegue o dia que você tenha que se despedir de sua casa sobre rodas e acredite, isso vai lhe partir o seu coração.  =(

Campervan

 

Esteja em paz “Correria” seja onde estiver :’(

 

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta